Exposições Atuais

DO PROCESSO AO PROJETO - 01/03 A 09/03
COLETIVA DE ARTISTAS - DESENVOLVIMENTO DE PROJETO

coordenação e curadoria ROSELY NACAGAWA; colaboração Flavio Franzosi e Claudia Ferreira

 Os encontros de análise de processos criativos e desenvolvimento de projetos no Ateliê Galeria Priscilla Mainieri foram organizados como experiência de vivencia artística, onde se buscou, nos diferentes processos apresentados, a diluição de fronteiras entre os diversos dispositivos artísticos.

A intersecção e a reflexão na construção da imagem presentes em cada trabalho foram discutidas num ambiente de ateliê, ou seja, ao longo da realização de uma obra ou sobre um trabalho em andamento.

A partir das propostas dos interessados, e através da interseção entre os processos individuais, foram desenvolvidas diversas discussões que procuraram ampliar o repertório visual e crítico. 

Discutindo pintura acrílica, aquarela, desenho, fotografia, pudemos avaliar os processos pessoais, criando condições de ver os trabalhos com mais distanciamento. Esta distância relativa do que foi produzido resultou nesta exposição.

Para a Beá, o processo de edição resultou como um recorte das experiências múltiplas dentro da profusão de técnicas e cores que ela experimenta.

Nas fotografias do Edson, a síntese de seu olhar surgiu quando ensaios produzidos anteriormente com a fotografia analógica herdada dos pais , se confrontaram com  imagens digitais recentes, mostrando um pensamento construtivo semelhante.

Para o Flavio, a constatação de uma nova dimensão da geometria, resultou da sobreposição de planos geométricos que insinuavam uma tridimensionalidade mesmo em planos simples de papel dobrado.

Na pintura da Liliam, a conclusão de um trabalho formado de varias camadas, nasceu da conscientização da leitura plástica destas camadas, vistas como texturas e transparências  e não como sobreposições ou velaturas.

Para a Priscilla, pelo contrario, as sobreposições de camadas não são concebidas como velaturas; elas surgem para revelar planos e superfícies, trazendo volumes , luzes e transparências a partir do branco do papel.

Superfícies que nas imagens do Tiago, fundem corpos em relações intimas de interação em transparências e reflexos, em movimentos intensos de ritmos pulsantes.

Expor é colocar o trabalho um passo à frente, projetando-o para o futuro, mesmo com o trabalho ainda em andamento.

Diferente do vernissage, que define a ultima camada do trabalho, esta mostra  permite a visão da obra como obras em processo.

Processo que se tornará projeto com o acréscimo do olhar dos espectadores.
 

 

 


That the elaborate movement in this watch has been rolex replica hidden behind a solid case back is just another way of showing that Graves Jr. took the family motto rather seriously. Minute repeaters by Patek replica watches (and by other brands as well) remain among the most desirable and technically most challenging watches to make. This was all the more true at the time when this piece was manufactured. Production of watches with this complication rolex replica remain low for their complexity and the small number of master watchmakers that are able to actually assemble them. Bear in mind that this piece is among some of the first repeater wristwatches made by replica watches sale Patek Philippe. Further, it was owned by someone who replica watches uk had been one of the most important Patek collectors ever. This should help explain the price of nearly $3 million that rolex replica sale was paid for this piece in 2012 at a Sotheby's auction.